GUERRA CAMBIAL E COMPETITIVIDADE DO SETOR EXPORTADOR BRASILEIRO NO PERÍODO RECENTE: uma avaliação a partir da Teoria de Relações Internacionais (TRI) release_yvfnake2cjg3znshk4bwhczizm

by Guilherme Jonas Costa da Silva, Inês dos Santos Silva

Published in Revista de Políticas Públicas by Universidade Federal do Maranhao.

Volume 22p486 (2018)

Abstract

Este trabalho tem por objetivo discutir, à luz da experiência da economia brasileira, o fenômeno da guerra cambial no período recente. A hipótese do trabalho é que os principais parceiros comerciais do país desvalorizaram artifi cialmente suas moedas para atenuar os efeitos da crise do subprime. Para tanto, utiliza o método dos Vetores Auto-Regressivos (VAR) para testar a hipótese. Os resultados demonstraram que essa política foi utilizada pelos Estados Unidos e União Europeia no período recente. Ademais, a teoria das relações internacionais aponta uma saída para a questão, qual seja, que os países devem cooperar para que tenham vantagens no comércio internacional; caso contrário, as relações comerciais serão signifi cativamente reduzidas.Palavras-chave: Guerra Cambial, competitividade, exportações, relações internacionais, Brasil.
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  465.6 kB
file_k6dead3zgjdmdjlxvxhxlizp6q
web.archive.org (webarchive)
www.periodicoseletronicos.ufma.br (publisher)
Read Archived PDF
Archived
Type  article-journal
Stage   published
Date   2018-06-28
Container Metadata
Open Access Publication
In DOAJ
In Keepers Registery
ISSN-L:  0104-8740
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: a49ae8ad-7042-4d0b-8433-dda5c88d9c8d
API URL: JSON