Articulações entre corpo, escrita, paisagem e tradução na poética de Herberto Helder release_s5b34hk75vaphg7r5rwexnpoa4

by Erick Gontijo Costa

Published in Signo by APESC - Associacao Pro-Ensino em Santa Cruz do Sul.

2016   Volume 41, Issue 72, p39

Abstract

Este texto investiga a obra do autor português Herberto Helder, mais especificamente os seus poemas, sob a perspectiva da experiência de escrita, enfocando as seguintes noções em seus textos: leitura, tradução, nascer da escrita poética, corpo e paisagem. Partindo da articulação entre escrita e vida na obra de Herberto Helder e tendo como referenciais teóricos a filosofia, a psicanálise e alguns ensaístas portugueses, analisam-se o corpo e a paisagem que se constituem nas escrita e tradução poéticas como "campo de imanência", conceito extraído do pensamento de Gilles Deleuze, e não tanto como representações de realidades que antecedam a obra.
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  248.3 kB
file_h2km4crwezaztpqy2s6ke56hkq
web.archive.org (webarchive)
online.unisc.br (web)
Read Archived PDF
Archived
Type  article-journal
Stage   published
Date   2016-10-25
Container Metadata
Open Access Publication
In DOAJ
In ISSN ROAD
In Keepers Registery
ISSN-L:  0101-1812
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: e0448d60-7d56-41e5-a5c1-717b023b6caf
API URL: JSON