Concentrações sangüíneas de metais pesados e praguicidas organoclorados em crianças de 1 a 10 anos release_quin2pj5nbawlnn3eo5r4smdse

by Eladio Santos Filho, Rebeca de Souza e Silva, Heloisa H. C. Barretto, Odete N. K. Inomata, Vera R. R. Lemes, Alice M. Sakuma, Maria Anita Scorsafava

Published in Revista de Saúde Pública by FapUNIFESP (SciELO).

1993   Volume 27, p59-67

Abstract

Foi realizado estudo em 6 bairros do Município de Cubatão, SP, Brasil, situados às margens dos principais rios do município, com uma amostragem de 251 crianças de 1 a 10 anos de idade. Foram verificadas as concentrações sangüíneas de praguicidas organoclorados em 242 crianças, sendo que 73 crianças (30%) apresentaram concentrações de p-p'DDE (média = 0,85 ± 2,13 µg/l.), e em 47 crianças (19%) foi encontrado HCH total (média = 0,28 ± 0,79 µg/l.). Verificou-se também a concentração sangüínea de chumbo e mercúrio, sendo que se obteve a plumbemia média de 17,8 ± 5,8 µg/dl. e concentração média de mercúrio de 9,1 ± 6,4 µg/l. Crianças consumidoras de organismos aquáticos de origem exclusiva dos rios de Cubatão apresentaram teores médios de mercúrio (média = 14,7 ±7,1 µg/l.) significativamente maiores (p < 0,04) em comparação às crianças não consumidoras de organismos aquáticos de qualquer origem (média = 10,0 ± 6,5 µg/l.).
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  814.4 kB
file_y6cmgshddnb6fcyr3jtvx3e7uy
web.archive.org (webarchive)
web.archive.org (webarchive)
www.scielo.br (repository)
Read Archived PDF
Archived
Type  article-journal
Stage   published
Year   1993
Container Metadata
Open Access Publication
In DOAJ
In ISSN ROAD
In Keepers Registery
ISSN-L:  0034-8910
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: ef75757b-046d-4274-87ab-fdeeabf43cdc
API URL: JSON