Concentrações sangüíneas de metais pesados e praguicidas organoclorados em crianças de 1 a 10 anos release_quin2pj5nbawlnn3eo5r4smdse

by Eladio Santos Filho, Rebeca de Souza e Silva, Heloisa H. C. Barretto, Odete N. K. Inomata, Vera R. R. Lemes, Alice M. Sakuma, Maria Anita Scorsafava

Published in Revista de Saúde Pública by FapUNIFESP (SciELO).

Volume 27p59-67 (1993)

Abstract

Foi realizado estudo em 6 bairros do Município de Cubatão, SP, Brasil, situados às margens dos principais rios do município, com uma amostragem de 251 crianças de 1 a 10 anos de idade. Foram verificadas as concentrações sangüíneas de praguicidas organoclorados em 242 crianças, sendo que 73 crianças (30%) apresentaram concentrações de p-p'DDE (média = 0,85 ± 2,13 µg/l.), e em 47 crianças (19%) foi encontrado HCH total (média = 0,28 ± 0,79 µg/l.). Verificou-se também a concentração sangüínea de chumbo e mercúrio, sendo que se obteve a plumbemia média de 17,8 ± 5,8 µg/dl. e concentração média de mercúrio de 9,1 ± 6,4 µg/l. Crianças consumidoras de organismos aquáticos de origem exclusiva dos rios de Cubatão apresentaram teores médios de mercúrio (média = 14,7 ±7,1 µg/l.) significativamente maiores (p < 0,04) em comparação às crianças não consumidoras de organismos aquáticos de qualquer origem (média = 10,0 ± 6,5 µg/l.).
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  814.4 kB
file_y6cmgshddnb6fcyr3jtvx3e7uy
web.archive.org (webarchive)
web.archive.org (webarchive)
www.scielo.br (repository)
Read Archived PDF
Archived
Type  article-journal
Stage   published
Year   1993
Container Metadata
Open Access Publication
In DOAJ
In ISSN ROAD
In Keepers Registery
ISSN-L:  0034-8910
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: ef75757b-046d-4274-87ab-fdeeabf43cdc
API URL: JSON