JOHN STUART MILL E OS FUNDAMENTOS MICROECONÔMICOS DA PRODUÇÃO release_anwm5qsyjjepjlzv7reiwo2ysm

by Joaquim Miguel Couto, Geisiane Michelle Silva

Published in A Economia em Revista - AERE by Universidade Estadual de Maringa.

2012   Volume 19, p133

Abstract

Os "Princípios de economia política" de John Stuart Mill lançou os fundamentos microeconômicos modernos da produção. Para ele, determinar as leis que regem a produção era o assunto mais importante da Economia Política. Depois de uma longa analise, concluiu que os fatores necessários à produção eram três: o capital, o trabalho e a terra. O autor ressaltou que o capital não era o dinheiro, mas o dinheiro poderia transformar-se em capital. O capital fornecia ferramentas, matérias-primas e pagava os trabalhadores utilizados no processo de produção. Dentre os três fatores de produção, o único que podia limitá-la era a terra, a qual não podia aumentar indefinidamente, pois sua quantidade e produtividade eram limitadas. As principais influências no pensamento de Mill foram David Ricardo, J. B. Say e Thomas Malthus.
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  282.1 kB
file_atjrait2enaope2xmtsbrzwhne
web.archive.org (webarchive)
periodicos.uem.br:80 (web)
Read Archived PDF
Preserved and Accessible
Type  article-journal
Stage   published
Date   2012-07-26
Container Metadata
Not in DOAJ
In Keepers Registry
ISSN-L:  1413-6090
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: a7326c23-950b-4c54-9b67-7268f00d9d2b
API URL: JSON