Insuficiência Cardíaca no Paciente Oncológico: Preditores de Risco release_3nuwuvob3rdajohn6mliojtq44

by Tatiana Abelin, Marcos Jose Pereira Renni

Published in Revista Brasileira de Cancerologia by Revista Brasileira De Cancerologia (RBC).

2020   Volume 65

Abstract

Com o avanço das novas terapias em oncologia, um número considerável de pacientes sobreviventes ao câncer permanece em atendimento em nossas unidades de saúde, em razão dos efeitos deletérios desses tratamentos ao miocárdio. Descritos como cardiotoxicidade (CDTX), esses efeitos são considerados quando ocorre uma queda da Fração de Ejeção (FE) pelo ecocardiograma (ECOTT) em mais de 10%.  As terapias utilizadas podem promover insuficiencia cardíaca (IC), hipertensão arterial, arritmias ou outros mecanismos cardiotóxicos ainda não completamente compreendidos.  Muito tem sido estudado e discutido a respeito, no intuito de identificar biomarcadores preditores desse dano miocárdico, bem como novas terapias que permitam não só tratar aqueles indivíduos acometidos, como também que o paciente permaneça em condições de submeter-se ao seu tratamento oncológico. Do mesmo modo, ainda não existe um escore de risco específico e universal que possa predizer com maior confiabilidade os pacientes mais suscetíveis ao desenvolvimento de IC secundária ao uso de quimioterápicos, apesar dos esforços das diversas sociedades envolvidas com a Cardio-Oncologia. Avanços tecnológicos viabilizaram a utilização do exame de ECOTT, incluindo os parâmetros de deformidade miocárdica por meio do strain 2D, que permite uma avaliação mais precoce do dano miocárdico, comparado ao exame convencional. Precisa-se de um "escore de risco" específico para predizer a CDTX capaz de detectar lesões subclínicas passíveis de intervenção e que permita reverter esse dano cardíaco em uma fase mais inicial.
  
  
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  524.5 kB
file_qtvmgsoztnfjnpvkpmhyemxoui
rbc.inca.gov.br (web)
web.archive.org (webarchive)
Read Archived PDF
Archived
Type  article-journal
Stage   published
Date   2020-01-27
Journal Metadata
Open Access Publication
In DOAJ
Not in Keepers Registry
ISSN-L:  0034-7116
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: 2ff23581-7cce-4baa-8a5a-94b9114378d0
API URL: JSON