Videogame: mais que um entretenimento, um agente estimulador da criatividade release_2tmt6nveozg7dj6pgz64sge6gq

by Simone Carvalho Da Rosa, Norberto Kuhn Júnior, Cristiano Max Pinheiro

Published in Revista Interamericana de Comunicação Midiática by Universidad Federal de Santa Maria.

2018   Volume 17, Issue 33

Abstract

Este artigo objetiva evidenciar que o videogame é mais que um entretenimento, e atua como um agente estimulador da criatividade. Para embasar o raciocínio, são apresentadas conceituações teóricas sobre criatividade, jogos e videogames; na sequência, realiza-se a análise dos estudos ligados às áreas da Psicologia e Neurociência, de Stošić e Stošić (2014), Sabrina Schenk, Robert K. Lech, Boris Suchan (2015) e Gregory D. Clemenson and Craig E.L. Stark (2015), Daphne Bavelier (2015-2016) e C. Shawn Green (2015-2016), publicados de 2014 a 2016, onde, através de pesquisas, visavam identificar e analisar os benefícios dos videogames relacionados à criatividade, através das habilidades motoras e cognitivas. Observou-se que os videogames estimulam os processos cognitivos, incluindo a visão espacial, emocional e motivacional, além do pensamento crítico, rapidez na tomada de decisão, e também a resolução de problemas e o aumento da memória .
In application/xml+jats format

Archived Files and Locations

application/pdf  907.5 kB
file_gpkwzqweozeudke64yii5micrm
periodicos.ufsm.br (web)
web.archive.org (webarchive)
Read Archived PDF
Archived
Type  article-journal
Stage   published
Date   2018-05-22
Container Metadata
Open Access Publication
In DOAJ
In ISSN ROAD
Not in Keepers Registry
ISSN-L:  1677-907X
Work Entity
access all versions, variants, and formats of this works (eg, pre-prints)
Catalog Record
Revision: 6d3534f9-8bcf-4310-91c3-7a75bf228e6a
API URL: JSON